domingo, 16 de dezembro de 2012

Seja bom.


- Cosme, vem cá. Pega esse copo vazio pra sua vó, por favor.
- Senta aqui do lado e escuta uma coisa.

Observando com aqueles olhos bem abertos, o pequeno Cosme vê passo a passo sua vó vagarosamente buscar ao lado de sua cadeira de balanço uma garrafa de gin. Era engraçado como aquele trem que a vovó tomava tinha aparência de água, mas cheiro de gasolina.

- Todas histórias boas que você ouvir, vão trazer uma metáfora única da vida. Presta atenção.
Você tá prestando atenção?
- Tô sim, vó.

(Gole largo no gin)

- Escuta. É básico mas pouca gente entende. Existem dois lados pra tudo. Entende? Dois lados da moeda, dia e noite, bem e mal. O mundo é uma dicotomia.
- (Dicotomia?)
 - Você vai todos os dias dar de frente pro mal chamando pra fazer farra. Você vai fazer farra com ele, Cosme?

Cosme não sabia se era pra responder mesmo, ficou quieto apenas observando. Vovó continuou.

- Eu só quero ter certeza que você vai estar do lado certo na hora que o bicho pegar, entende? Isso é muito importante.

Vovó olhou pela janela, num ar muito distante. Deu o segundo gole no gin que arrematou a bebida do copo e finalizou.

- Seja bom, menino. Seja bom.





*escutando Carly Comando